Imagem
M.A.P.A.

O M.A.P.A., também conhecido como Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial e o M.R.P.A., Monitorização Residencial da Pressão Arterial são exames que medem, através de varias aferições em 24 horas (M.A.P.A. ou o M.R.P.A.)  que consistem em três aferições pela manhã e três aferições à noite num período de 3 a 5 dias, gravado em um aparelho colocado no braço do paciente (M.A.P.A.), afim de obter informações das variações da pressão arterial num determinado período, nos dando informações valiosas para uma análise mais completa da pressão arterial, permitindo um tratamento eficaz e de excelentes resultados preventivos de complicações futuras.

O M.A.P.A. serve para:

  1. Observar a variação da pressão arterial no intervalo de 24 horas, quando acordado e durante o sono, assim como, verificar se há uma queda da pressão arterial durante o sono e sua ascensão matinal esta de acordo com os padrões considerados normais,  necessário para um controle eficiente;
  2. Serve para afastar o efeito da síndrome do avental branco (aparece naqueles indivíduos que a PA só se eleva no consultório), evitando uso de medicação desnecessária;
  3. Serve para avaliar tratamento prévio da PA; se a medicação está sendo eficiente ou se precisa de reajustes, para mais ou para menos medicamentos, assim como sua melhor distribuição nas 24 horas;
  4. Serve para ver se há o descenso noturno (queda fisiológica da PA a noite durante o sono). A ausência do descenso noturno esta intimamente relacionado com o aumento de AVC e infartos;
  5. Serve para vermos se há a necessidade de aumentar a medicação, assim como se há necessidade de fracioná-la, modificá-la ou adicionar outros medicamentos para um controle efetivo;
  6. Serve para vermos se a ascensão matinal esta dentro dos padrões de normalidade;
  7. Serve para verificarmos se o medicamento efetuado ou que já vem sendo aplicado no paciente, não esta causando queda excessiva da PA durante o decorrer do dia;
  8. Auxilia no diagnóstico de hipotensão e / ou pico hipertensivo, relacionado a outras anormalidades, como a síndrome do pânico, etc.



Para refletir:

"O alto caminho dos retos é desviar-se do mal; o que guarda o seu caminho preserva a sua alma. A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda." Pv 16; 17 e 18