Imagem
Teste ergométrico

O teste ergométrico, também conhecido como ergometria ou teste de esteira, serve para avaliação ampla do funcionamento cardiovascular do paciente quando submetido a esforço físico gradualmente crescente, em esteira rolante, permitindo observarmos diversos parâmetros clínicos e funcionais como os sintomas e sinais apresentados pelo paciente durante o esforço crescente; como dor torácica, tontura, mal-estar, palpitações, cansaço precoce ou progressivo, etc. Avalia o comportamento da frequência cardíaca que deve elevar-se com o esforço; comportamento da pressão arterial; alterações eletrocardiográficas em repouso, no exercício e após o exercício, no chamado período de recuperação.

Serve para :

  1. Avaliar o comportamento da pressão arterial;
  2. Avaliar a eficácia ou não do tratamento da pressão arterial;
  3. Investigar se determinada dor, referida pelo paciente, procede do coração;
  4. Informar sobre a gravidade de possível doença coronariana (lesões obstrutivas em coronárias);
  5. Identificar a presença de arritmias, identificando qual o tipo, e nos dando informações importantes sobre a gravidade;
  6. Verificar a capacidade funcional cardiorrespiratória do paciente;
  7. Avaliar resultados de cirurgias cardíacas e de revascularizações previas
  8. Avaliar capacidade funcional e limitações de pacientes portadores de algumas cardiopatias congênitas e também cardiopatias adquiridas
  9. Atuar como preventivo de complicações cardiovasculares em pacientes jovens, que queiram praticar esportes ou atividades físicas, etc.



Para refletir:

"Até o tolo quando se cala será reputado por sábio; e o que cerrar os seus lábios por entendido." Pv 17:28