Imagem
Dislipidemia

As dislipidemias são alterações decorrentes do aumento do colesterol e suas frações e também do triglicerídeo.

Taxas excessivamente elevadas podem causar transtornos não só cardíacos, mas também sistêmicos. São ocasionadas por uma deficiência de metabolização hepática, por deficiência enzimática e pelo aumento excessivo de alimentos que, quando metabolizados, irão dar, como metabolito final, o aumento dos elementos citados.

O colesterol e dividido em hdl, ldl, vldl, idl, porém iremos nos deter apenas no ldl e hdl.

O ldl é o colesterol que chamamos ruim, por ter uma afinidade pelos vasos circulatórios, ocasionando a formação de placas gordurosas (é apenas um elemento na formação da placa), que quando em situação de instabilidade vai romper, causando a obstrução do vaso e consequentemente o infarto.

O hdl é o que chamamos de colesterol bom, (chamo ele de "o gari da circulação") que tem a função de fazer uma limpeza no sangue impedindo ou diminuindo o risco de formação de placas gordurosas.

O triglicerídeo aumenta em decorrência do excesso de alimentos, ricos em carboidratos (açúcares e massas) e que têm uma participação importante na formação inicial da lesão intimal (membrana interna das artérias) do vaso, assim como faz parte da gênese das doenças metabólicas, como obesidade, principalmente a dita central, o diabetes e pode ocasionar até pancreatite (doença grave, caracterizada por inflamação do pâncreas, que pode ocasionar a destruição das células pancreáticas e levar o individuo a morte).

As dislipidemias quando não tratada, tem participação ativa, no aparecimento e progressão das doenças ateroscleróticas, diabetes, avc, lesões renais importantes, infartos e até demência. 



Para refletir:

"A caridade (AMOR) é sofredora, é benigna; a caridade não é invejosa: a caridade não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. A caridade nunca falha: mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência desaparecerá." 1 Co 13: 4 a 8