Imagem
Você sabia que nem sempre a presença de cistos é motivo de preocupação?

A presença de cistos, principalmente quando único, nos rins, fígado ou tireoide, por exemplo, não é motivo para grandes preocupações, por se tratarem de alterações benignas, em decorrência da idade e sem nenhum prejuízo  para a funcionalidade do órgão. Apesar disso, é preciso que sejam acompanhados periodicamente através de ultrassonografia.

Somente nos casos onde os cistos são múltiplos e quando compromete a funcionalidade do órgão é que devem ser acompanhados de perto por um especialista, podendo, nestes casos, ser necessário tratamento intensivo e até transplante.